Simulação do desempenho acústico de um modelo BIM a partir do esquema de dados IFC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55753/aev.v36e53.12

Palavras-chave:

Desempenho acústico, IFC, Simulação, BIM

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal verificar a possibilidade de utilizar um modelo em Modelagem da Informação da Construção, BIM - Building Information Modeling, para estimar o desempenho acústico de uma divisória. Para a análise, foi realizado um projeto simplificado em software específico de modelagem BIM e exportado o esquema de dados Industry Foundation Classes, IFC. De posse do esquema de dados, foram extraídas todas as informações geométricas e especificações do projeto no arquivo IFC com auxílio da biblioteca IfcOpenShell em Python. Com os dados extraídos, foram realizados os cálculos para determinação do desempenho acústico com Análise Estatística Energética (SEA) em software de processamento de sinais. Para fins de comparação, foi realizada a simulação de desempenho acústico do mesmo projeto no software comercial SONArchitect ISO, seguindo os procedimentos usuais de simulação. As propriedades dos materiais consideradas tanto no cálculo por SEA quanto na simulação pelo software comercial foram as mesmas. Foi definido o parâmetro DnT,w para análise por ser requisito da norma de desempenho ABNT NBR 15575:2013. Apesar das limitações dos cálculos de desempenho acústico por SEA verificadas e da complexidade para extração das informações necessárias do IFC, foram obtidos resultados de DnT,w próximos, sendo entretanto notável uma divergência maior em baixas frequências, estando de acordo com estudos anteriores. Dessa forma, conclui-se que o objetivo principal do presente estudo foi alcançado, uma vez que mostra ser possível a realização de simulações de desempenho acústico com um modelo BIM.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15575: Edificações habitacionais - desempenho. Rio de Janeiro, 2013.

BRASIL. Código de Defesa do Consumidor. [S.l.], 1900. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil03/Leis/L8078.html.

RASMUSSEN, B. Building acoustic regulationsin Europe - brief history and actual situation. BNAN, 2018.

INSTITUTO ARGENTINO DE NORMALIZACIÓN Y CERTIFICACIÓN. IRAM 4044: Protección contra el ruido en edificios. Requisitos

de aislamiento acústico mínimo Método de medición y clasificación Cerramientos y aberturas, verticales y horizontales. Buenos Aires, 2015.

CRAIK, R. J. M. Sound transmission through buildings using statistical energy analysis. Gower Publishing Limited, 1996.

TAN, Y. Improve indoor acoustics performance by using building information modeling. International Symposium on Automation and

Robotics in Construction, 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12006: Parte 2: Estrutura para classificação. Rio de Janeiro, 2018.

EASTMAN, C. M. BIM Handbook: A Guide to Building Information Modeling for Owners, Managers, Designers, Engineers and Contractors. 2. ed. John Wiley & Sons: Hoboken, 2011.

CÔRREA, F. R.; SANTOS, E. T. Na direção de uma modelagem da informação da cidade (CIM). VII Encontro de Tecnologia da Informação e Comunicação na Construção, Recife, 2015. DOI: https://doi.org/10.5151/engpro-tic2015-032

BRASIL. DECRETO Nº 9.983, DE 22 DE AGOSTO DE 2019. [S.l.], 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2019/Decreto/D9983.htm#art15.

BONATTO, H. A adoção da modelagem da informação da construção (Building Information Modeling – Bim) no projeto de Lei Nº 1292, de 1995. [S.l.], 2020. Disponível em: http: //www.novaleilicitacao.com.br/2020/02/06/aadocao-da-modelagem-da-informacao-daconstrucao-

building-information-modelingbim-no-projeto-de-lei-no-1292-de-1995/.

SUERMANN, P .C.; ISSA, R. R.A. Evaluating industry perceptions of building information modeling (BIM) impact on construction. Journal of Information Technology in Construction, v. 14, p. 574 – 594, 2009.

ERFANI, K. BIM-based simulation for analysis of reverberation time. International Building Performance Simulation Association Conference and Exhibition, 2019.

KIM, S.; COFFEEN, R. C.; SANGUINETTI, P. Interoperability building information modeling and acoustical analysis software - a demonstration of a performing arts hall design process. 21st International Congress on Acoustics, Montreal, 2013. DOI: https://doi.org/10.1121/1.4800300

FORNECK, N. B. Interpolaridade entre softwares para análise acústica no desenvolvimento de projetos em BIM. Trabalho de Conclusão

de Curso - Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS, São Leopoldo, 2016.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 12354: Building acoustics — Estimation of acoustic performance of buildings from the performance of elements. Part 1: Airborne sound insulation between rooms. [S.l.], 2017.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 16283: Acoustics - Field measurement of sound insulation in buildings and of building elements.Part 1: Airborne sound insulation. [S.l.], 2018.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 717 Acoustics - Rating of sound insulation in buildings and of building elements. Part 1: Airborne sound insulation. [S.l.], 2013.

CROCKER, M. J.; PRICE, A. J. Sound transmission using statistical energy analysis. Journal of Sound and Vibration, v. 9, p. 469 – 486, 1969. Disponível em: https://internoise2018.org/assets/documents/6_Crocker_and_Price.pdf. DOI: https://doi.org/10.1016/0022-460X(69)90185-0

IFCOPENSHELL. The open source IFC toolkit and geometry engine. [S.l.], 2020. Disponível em: http://ifcopenshell.org/python.

COTONI, V. Numerical and experimental validation of a hybrid finite element-statistical energy analysis method. The Journal of the Acoustical Society of America, v. 122, 259, 2007. Disponível em: https://asa.scitation.org/doi/abs/10.1121/1.2739420. DOI: https://doi.org/10.1121/1.2739420

SIMMONS, C. Managing uncertainty in building acoustics - comparisons of predictions using the EN 12354 standards to measurements.

Trabalho de doutorado - Lulea University of Technology, Lulea, 2009.

ROMERO, T. B.; FENGLER, B.; NETTO, P. E. S.; ROCHA, R. R.; GINER, J. C. A importância entre a tipologia do caixilho versus a tipologia do vidro no desempenho acústico de sistemas de vedações verticais externas (fachadas). VII Encontro de Tecnologia da InforInformação

e Comunicação na Construção, Porto Alegre, 2018.

Capa - Simulação do desempenho acústico de um modelo BIM a partir do esquema de dados IFC

Downloads

Publicado

28/dez/2021

Como Citar

FENGLER, B.; SÁ, K. .; ROSSATTO ROCHA, R.; GINER, J. C. Simulação do desempenho acústico de um modelo BIM a partir do esquema de dados IFC. Acústica e Vibrações, [S. l.], v. 36, n. 53, p. 7–16, 2021. DOI: 10.55753/aev.v36e53.12. Disponível em: https://revista.acustica.org.br/acustica/article/view/aev53_bim. Acesso em: 24 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.