O Estudo do Impacto de Vizinhança (EIV) Relativo à Ocorrência de Emissões Sonoras

Autores

  • Dinara Xavier da Paixão Pós-Graduação em Engenharia Civil e Graduação em Engenharia Acústica, UFSM, RS
  • Alessandro Alves Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil
  • Cláudia Gaida Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.55753/aev.v30e47.122

Palavras-chave:

emissões sonoras, ferramenta para análise, impacto de vizinhança, EIV

Resumo

Os problemas decorrentes do aumento dos níveis sonoros, a partir da existência ou da potencial implantação de empreendimentos residenciais, comerciais, de prestação de serviços ou industriais, são uma realidade. Há reclamações constantes e a cobrança de uma ação por parte dos poderes públicos. O Estatuto da Cidade, Lei Federal nº 10.257, de 10 de julho de 2001, instituiu o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) que, ao exigir a existência de condições mínimas que garantam a qualidade no entorno do lugar onde o estudo se faz necessário, engloba as questões relativas ao ruído. Cabe a cada município estabelecer os critérios a serem aplicados ao EIV, bem como a definição de quais os empreendimentos que estão obrigados a apresentá-lo, como condicionante para a sua liberação. Grande parte das cidades brasileiras ainda não definiu os itens mínimos necessários e nem quando devem ser encaminhados os laudos técnicos, contendo a avaliação do nível de pressão sonora produzido. No presente artigo são apresentados resultados de uma pesquisa exploratória, de natureza aplicada e que utilizou, como procedimento técnico, o estudo de caso da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Para a elaboração do trabalho, examinaram-se mais de uma centena de Estudos de Impacto de Vizinhança (EIVs), com foco em emissões sonoras. Desenvolveu-se uma ferramenta computacional para análise do EIV, que pode ser utilizada por qualquer Prefeitura Municipal, visando padronizar o método de apreciação desses estudos, especificamente na área de emissões sonoras, contribuindo com a qualidade e a agilidade na elaboração e análise dos EIVs.

 

Referências

ADESM. AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE SANTA MARIA. Santa Maria. (2015). Disponível em: http://adesm.org.br/santa-maria. Acesso: 22 ago 2015.

ALVES, Alessandro. Desenvolvimento de uma ferramenta para análise do estudo de impacto de vizinhança na área de emissões sonoras. Dissertação de mestrado – UFSM – SM – Rio Grande do Sul, 2013.

APA. AGÊNCIA PORTUGUESA DO AMBIENTE. O ruído e a Cidade. (2004) Disponível em: Acesso: 13 junho 2013

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Centro Gráfico do Senado Federal, 1988. 292p.

____ .Presidência da República/ Casa Civil/Subchefia para Assuntos Jurídicos. LEI No 10.257.Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil _03/leis/leis_2001/l10257.htm Acesso: 20 ago 2015

____ .Presidência da República/ Casa Civil/Subchefia para Assuntos Jurídicos. LEI No 9.605.Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9605.htm. Acesso: 20 ago 2015.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resoluções CONAMA. Disponível em: http://www.mma.gov.br/port/conama/.Acesso:06 ago 2011

IPDSA. Portal do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá/MG. Disponível em: <http://www.ipdsa.org.br/>. Acesso em: 16 maio 2013.

PAIXÃO, Dinara. Ruído e Cidade: A necessidade de uma convivência harmônica. In: Medina, O.; Martha, G.; González, A. E. (coord.). Ruido en ciudades latinoamericanas: Bases orientadas a su gestión. Primera edición. Orgánica Editores, Universidad de Guadalajara, Guadalajara, México. (2012)

PAIXÃO, Dinara & FREITAS, Ana. A Acústica e o Desenvolvimento Sustentável. In: Santa Maria: Simpósio Internacional Fronteiras na América Latina, 2004. Anais... Santa Maria: UFSM, 2004.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA. Código de Posturas. Santa Maria, 2012.

SCHIMID, Aloísio. A Idéia de Conforto: reflexões sobre o ambiente construído. Editora Pacto Ambiental. Curitiba, 2005.

WHO. WORLD HEALTH ORGANIZATION.http://www.euro.who.int/en/what-we-publish/ information-for-the-media/sections/latest-press-releases/new-evidence-from-who-on-health-effects-of-traffic-related-noise-in-europe. Acesso: 29 ago 2011.

Capa - O Estudo do Impacto de Vizinhança (EIV) Relativo à Ocorrência de Emissões Sonoras

Downloads

Publicado

01/dez/2015

Como Citar

PAIXÃO, D. X. da; ALVES, A.; GAIDA, C. O Estudo do Impacto de Vizinhança (EIV) Relativo à Ocorrência de Emissões Sonoras. Acústica e Vibrações, [S. l.], v. 30, n. 47, p. 80–88, 2015. DOI: 10.55753/aev.v30e47.122. Disponível em: https://revista.acustica.org.br/acustica/article/view/aev47_vizinhanca. Acesso em: 20 jul. 2024.